O melasma!

O melasma!

Melasma,

muitas vezes confundido com uma simples manchinha, é a presença de manchas marrons ou marrom-acinzentadas, habitualmente nos dois lados da face, especialmente nas bochechas, lábio superior, nariz, fronte ou queixo. Ele é causado pela produção excessiva de melanina, o pigmento que dá cor à pele. Esta doença de pele, considerada comum, ocorre principalmente em mulheres, visto que os homens raramente desenvolvem melasmas. Estima-se que até 75% das gestantes e até 35% das mulheres em tratamento com contraceptivos orais são afetadas pela doença. Embora qualquer pessoa possa ter melasma, ele é mais comum em indivíduos com pele morena. Além disso, ele pode ser leve, moderado ou grave, dependendo de quanto sua face é afetada e quão intensa é a pigmentação

Causas

Os especialistas acreditam que a pigmentação é causada pelas alterações hormonais que ocorrem quando uma mulher começa a tomar pílulas anticoncepcionais, se submete ao tratamento de reposição hormonal ou ainda durante o segundo ou terceiro trimestre de gravidez. Algumas vezes, o melasma é chamado de ‘máscara gravídica’.

Prevenção

Para se prevenir do Melasma é importante evitar a exposição solar nos períodos de pico, que provoca o escurecimento adicional das manchas existente, assim como a formação de novas. Isso é especialmente importante para mulheres que tomam pílulas anticoncepcionais ou submetem-se a tratamentos de reposição hormonal, bem como pessoas que tiveram melasma no passado. Se for se expor ao sol durante períodos longos, é bom usar um chapéu para proteger a face. É de extrema importância aplicar, diariamente, um protetor solar com FPS 30 ou superior. Ele também deve proteger a pele contra a radiação UVA , UVB e Luz Visível. Vale lembrar que os protetores solares devem ser aplicados pela manhã, antes de sair de casa. O ideal é que os eles sejam usados de duas a três vezes ao dia.

Tratamentos

Você não precisa viver com um melasma para sempre. Existem tratamentos que podem clareá-lo de forma efetiva. Estes consistem em uma rotina de clareadores em casa e Peelings superficiais progressivos, os quais são aplicados no Intituto Iales Atualmente, a Decapagem Biológica, e o Peeling Biológico oriundo da Indonésia Francesa, em conjunto com antioxidantes e vitaminas, tem sido utilizado no tratamento do melasma.

 

Peelings Biológicos:

São os mais indicados por não estimular tanto a melanina, são realizados em etapas, para evitar o desconforto do ardor e da descamação. Pela sua simplicidade, ficaram conhecidos como “Peeling da Hora do Almoço ou Peeling de verão”. Isso porque é possível voltar ao trabalho depois do procedimento, como se nada tivesse acontecido, já que as concentrações dos princípios ativos são mais baixas e podem variar de 1% a 30%, dependendo da espessura da pele. Os Peelings Superficiais são eficazes no tratamento de melasma, acne, rugas finas e fotoenvelhecimento, se aplicadas em até cinco sessões, com intervalos de 10 a 15 dias. Depois das primeiras aplicações, já se consegue notar a diferença na pele.

Exemplo de Peeling Biológico:

Exopolissacarídeos,  ativo extraído da fermentação de uma bactéria do fundo do mar da Polinésia Francesa.É um peeling que se bem aplicado não causa irritação nem vermelhidão, e pode ser usado durante o dia, deixado na pele, promove renovação celular intensa e remoção das células mortas.

Peeling de Romã macerada com Proteinas:

Extraído da semente Nangka ou Jackfruit, fruto asiático da família moraceae. As sementes contém um nível altissimo de proteinas específicas que inibe a transferência da melanina dos melanócitos para os queratinócitos. Se bem aplicado, diminui a espessura da camada córnea, além de apresentar irritabilidade mínima.

Ácidos:

Os mais utilizados são: Ácido málico: alfa-hidroxiácido extraído de frutas como: maçã, pera e as cítricas dentre outros. Essas substâncias promove a renovação celular suave com efeitos hidratantes, antioxidantes e adstringentes. Dentro dessa tendência, existe um peeling com aminoácidos de frutas acidificadas com vitamina C e algas, que apresenta resultados em quatro sessões. Esse peeling ainda contribui para a retenção da umidade na pele, além de atenuar as linhas finas.

Ácido retinóico:

É um ácido antigo que voltou a ter destaque, sendo preferível ser utilizado de maneira isolada, com uma concentração mais alta, do que se submeter ao desconforto e aos riscos de um Peeling médio ou profundo. O ácido retinóico afina a camada córnea da pele, aumenta o fluxo sanguíneo e estimula a renovação do colágeno, porém pode causar sérias irritações e ardência na pele.

Ácido lactobiônico:

É derivado do leite, sendo outra opção antiga que ganhou sofisticação. A nova fórmula tem moléculas maiores que penetram lentamente na pele, evitando o desconforto, ardência ou ressecamento, cicatrizando a acne e clareando manchas. O Peeling deve ser aplicado uma vez por semana, num total de seis a 10 sessões, dependendo do tipo de pele. É importante lembrar que, apesar dos Peelings superficiais serem mais suaves, o uso de filtro solar é indispensável.

Peelings Clareadores 

Os Peelings clareadores são capazes de eliminar as manchas causadas pelo sol e o envelhecimento. Eles são diferentes de outros tipos de Peelings, pois agem especificamente na inibição da melanina – células que dão cor à pele. Tais métodos tornaram-se mais suaves e sofisticados porque associam substâncias que permitem uma maior penetração sem causar desconforto ao paciente. O tratamento é indicado para melasma, fotoenvelhecimento e hipercromias pós-inflamatórias (pós-acne, laser, escoriações, picadas), já que os Peelings agressivos podem piorar as manchas, principalmente em peles morenas. A substância é aplicada no consultório, fica na pele por cerca de seis horas e só é retirada em casa, com água. A pele pode ficar avermelhada e descamar nos primeiros dias, mas, após uma semana, torna-se clara e rejuvenescida. Esse Peeling é feito em quatro sessões, com intervalos de dez dias.

Peelings Naturais

Os Peelings Naturais são aqueles que utilizam ingredientes naturais para promover a renovação celular sem agredir a pele. Eles também podem ser suaves e superficiais. Contudo, não são tão eficazes quanto os realizados com ácidos. Mesmo assim são boas opções para quem não sofre com rugas, acnes ou manchas severas, querendo apenas melhorar a aparência.

Tipos de Peeling Naturais:

Peeling de mel: é um Peeling feito à base de vitaminas A, B1, B6, C e K, além de proteínas e minerais. O mel funciona como um antibiótico natural que higieniza profundamente a pele. Outra vantagem é que o ativo é rico em substâncias emolientes e antioxidantes, que conferem hidratação e efeito clareador imediato. Pode ser aplicado na pele até duas vezes por semana, em consultório, e não é fotossensível. O produto é espalhado em todo o rosto e friccionado até criar grânulos que removem a camada superficial de células mortas. Funciona como se fosse uma esfoliação mecânica, mas com a vantagem da penetração dos ativos na pele. É indicado para peles sensíveis, que não suportam a ação de ácidos ou substâncias irritantes. O tratamento tem duração de 30 minutos.

Licorice:

é um Peeling feito com uma planta chamada Licorice Acqua, tem ação clareadora e não causa ardência nem descamação. A pele fica uniforme e livre de manchas superficiais em quatro sessões.

Hidroquinona:

Tem sido combinada pelos médicos com uma variedade de outros agentes quimicos, visando o aumento da eficácia, incluindo , o ácido glicólico, o retinol, dentre outros.

O mecanismo de ação destas associações, não está completamente definido no tratamento do melasma.Os efeitos adiversos comuns a estas combinações incluem: eritema, ardência, descamação excessiva, prurido e hipopigmentação. O arbutin, é um derivado da hidroquinona isolado da folhas  Uva-ursi, tem sido comercializado por companhia japonesa  como “quasidrug’. Algumas empresas estão buscando produtos naturais, tais como: extrato vegetais contendo polifenóis, que regenera os tecidos epidérmicos  e dérmicos, além de restaurar a barreira natural da pele.

Suplementação Oral:

Muitas pesquisas científicas apontam o licopeno como nutriente preventivo, associado a lutéina, atua eficazmente, e preveni manchas causadas pelo sol.Esse nutriente e excelente para quem tem  catarata,  degenerações da retina e exposição solar, além  de ser anticancerígeno.

Efeitos colaterais deste suplemento:

Por ser um nutriente com grande variedade nos alimentos, portanto são classificados como nutracêuticos sem efeitos colaterais.Entretanto em fumantes não são recomendados doses acima de 5mg ao dia, isso devido a formação de derivado oxidado de carotenóide nas pessoas  com este hábito altamente gerador das espécies ativas de oxigênio( Radicais Livres).

 

Maiores informações acesse o site e faça sua inscrição: e-mail: alicescosmeticos@hotmail.com ou contato@iales.com.br

- Graduada em Fisioterapia – Universidade Estácio de Sá - Especialista em Drenagem Linfática Manual - Pós-Graduada em Fisioterapia Dermato-Funcional, e Cosmetologia. - Diretora do Instituto de Estética e Fisioterapia Aplicada - Formação em Estética Ortomolecular - Formação em Método Leduc – RJ - Formação em Método Vodder Argentina - Coordenadora em cursos de: Rejuvenescimento Facial; Decapagem Biológica; Peeling Facial, Corporais e Capilar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

People Who Like Thisx

Loading...